Alambique Cambéba: pra sair da cidade!

Há alguns dias comemoramos o dia dos namorados e eu resolvi levar o meu amor pra conhecer o Alambique Cambéba, já que ele é fã de cachaça.

Já sabia, pois tinha lido em alguns lugares, que o Alambique Cambéba tem um bistrô (um restaurante) e que era possível fazer visita guiada pela propriedade para conhecer a produção das cachaças, então foi a perfeita oportunidade pra fazer um passeio romântico.

Não consegui encontrar nenhuma informação adicional sobre o bistrô no site deles, o que acho uma pena, já que hoje em dia procuramos tudo na internet.

Fiz a reserva pelo telefone, pois não sabia como seria a lotação do local e me informei sobre a visita guiada, que acontece às 12hs e às 15hs.

Claro que o local contou muito. O fato de ser fora da cidade, mas acessível em pouco tempo de carro (aprox. 1h20min) fez com que o passeio fosse algo diferente, pois eu queria sair da atmosfera de Goiânia um pouco. Dirigimos por uns 120 km em direção à Brasília. O Alambique fica quase em frente ao Outlet Premium Brasília, em Alexânia.

Bom, eu já esperava que o lugar fosse ser lindo, porque as fotos e os comentários diziam isso. Falavam de uma vista incrível, inclusive. Por isso, achei que fosse ser mais afastado da estrada, mas é bem ao lado. Quando chegamos, nos deparamos com um casarão, de arquitetura colonial, bem bonito de se ver.

Ao entrarmos, já fomos direto para o bistrô e, do lado de fora, de fato estava lá, uma vista bem bonita! A decoração do restaurante é bem simples, aconchegante e a parte de fora tem umas mesas e cadeiras brancas de metal, que combinam bem com o ambiente, que é uma espécie de mirante.

Pedimos uma salada de entrada e pedimos as bebidas. A salada chegou imediatamente, pois já estava preparada. Estava gostosa, mas com alguns defeitos de falta de atenção na sua preparação. As bebidas demoraram. Na verdade tivemos que pedir duas vezes pra chegarem.

Mas esses foram os únicos “problemas” (eu nem chamaria assim).

Logo depois vieram os pratos principais (pedimos junto com a salada, já que poderiam demorar um pouco, mas nos serviram bem rápido). Eu pedi um Risoto de pato, que vinha também cogumelo e bacon (valor aproximado de R$34,00) e meu namorado pediu um Escalopinho de filé mignon acompanhado de fuzili ao molho de queijo gorgonzola (valor aproximado de R$38,00). E posso dizer que ambos estavam deliciosos! Sério, a comida estava muito boa, recomendo.

Ahh, eu não bebi pra poder voltar dirigindo, mas o local tem inúmeras opções de drinks feitos, obviamente, com a cachaça do local e eu super fiquei tentada em ir lá novamente pra experimentar.

Depois do almoço, em que estávamos bem satisfeitos (os pratos têm um tamanho excelente), ficamos no mirante tirando algumas fotos e aproveitando o ambiente até a hora do passeio pelo alambique.

As pessoas foram sendo convidadas pra participarem do passeio e logo formamos um grupo. O guia, Thiago, que é produtor da cachaça e um dos donos da propriedade nos explicou detalhadamente a produção. Visitamos todo o espaço, já que não estamos em época de produção ainda e por isso não há nenhum risco (eles ficam 6 meses produzindo e 6 meses parados).

Importante dizer que quando eles estão em época de produção, não é possível fazer o tour completo, pois há risco de contaminação da bebida e também risco de queimaduras, já que alguns locais são bem quentes. Então antes de ir achando que vai conseguir ver a produção, ligue lá pra confirmar se está disponível o passeio!!

Não sou a melhor pessoa para explicar como é a produção da cachaça, por isso recomendo que quem tiver interesse realmente vá lá e faça uma visita. A parte mais interessante, com certeza, foi ver o barris e sentir aquele cheiro característico.

No final do passeio, houve degustação dos 6 tipos de cachaça que eles produzem. Eu não experimentei, mas meu namorado gostou muito. Só não compramos, porque o preço é um pouco salgado, mas pelo que vimos, é algo muito bem feito, de qualidade mesmo.

Após isso,  ficamos mais um pouco apreciando o ambiente e a vista e, depois, voltamos pra Goiânia felizes de termos conhecido um local novo e ter respirado novos ares.

Resumindo: é um local interessante de ir passar um tempo, comer uma comida muito boa, beber, aproveitar um local gostoso e uma vista agradável e, de quebra, poder conhecer a produção de cachaça deles. Mas você vai viajar um pouco pra chegar lá se tiver saindo de Goiânia só pra isso. Pelo que vi, a maioria passa lá quando já está viajando para outro local, o que é uma opção excelente pra quem quer comer bem e ficar num ambiente agradável que não lembra beira de estrada. Só lembre-se de que alguém vai ter que ficar sem beber pra dirigir, hein!

Beijos e apenas brilhe!


>>Gostou do post? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe um comentário pra mim! 😘

Amanda Jacarandá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *